Dois bandidos mortos em noite de guerra em Frutal

Assalto ao Banco do Brasil – Por volta de 1h25 da manhã desta quinta-feira (dia 8). A agência fica na Praça da Matriz, no Centro.

Agência parcialmente destruída e diversas lojas atingidas, entres elas, Luzolar, Shuarts, Armazém e Água Filtros. Não houve explosão e nem estouro de caixas. Ou seja, não tiveram êxito na ação.

Outras agências também foram invadidas: Santander e Caixa Econômica Federal.

Eram pelo menos 15 fortemente armados. Foram encontradas munições de Fuzis 556, submetralhadoras, escopetas e pistolas.

Parte dessas armas são de uso exclusivo das Forças Armadas.

Dois dos criminosos morreram em troca de tiros com a Polícia Militar. Os dois são pardos, com idades entre 25 e 40 anos.

Duas pessoas, moradoras de Frutal, foram baleadas. Uma foi vítima de bala perdida. A outra foi executada pelos criminosos, que roubaram o veículo dela, um Fiesta vermelho.

Estudante Graziely Alves de Quadra, 17 anos, de. Vítima de bala perdida, na área central. Ela foi medicada e passa bem.

Comerciante Claudineia Aparecida da Silva, 42 anos. Foi morta em latrocínio. Os criminosos invadiram a loja dela e exigiram a chave do carro. Ela não encontrou, foi agredida e atingida por todos de fuzil 556 na frente da filha. A menina também foi agredida. O namorado dela, que também estava na casa. Ele fugiu pelo fundo e chegou a ser perseguido.

Veículos Utilizados:

Hilux SW4 branca. Em frente ao Banco do Brasil.

Amarok cinza. Tinha explosivos e uma arma foi apreendida no local.

Três roubados em Frutal. A Pick-up Robust branca (da Usina Cerradão) – abandonada próximo ao Pátio da Prefeitura, o Cobalt – abandonado próximo ao Cemitério. Fiesta vermelho – ainda não encontrado.

Comments

comments

rodrigoportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação.

Comentários estão fechados.