Após 24 anos, Frutal fica sem deputados estadual ou federal

Fechadas as urnas das eleições 2018, Frutal recuou 24 anos de representação política. Desde 1994 não ficamos sem deputado federal ou estadual, quando Zanto se elegeu deputado estadual. Em 1996, Narcio, então quinto suplente do PSDB, foi alçado ao Congresso. Também foi nesse ano que Zanto deixou a Assembleia para se candidatar a prefeito de Frutal.

Em 2018, Caio Narcio, Selton e Tenente Lúcio não foram reeleitos para a Câmara Federal. Da mesma forma, Arnaldo, Zé Maia e Bruno Augusto, também não foram eleitos para a Assembleia.

Abre-se um vácuo na representação de Frutal. E a pergunta que fica: a quem interessa isso? E a pergunta seguinte: qual a conta a ser paga pela falta de representação nos próximos 4 anos (pelo menos)?

Fica a reflexão para os frutalenses.

Comments

comments

rodrigoportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação.

Comentários estão fechados.