Muita fala e pouca explicação: mensalidades continuarão altas para calouros da FAF

E ontem a noite ocorreu a primeira reunião ordinária da Câmara. Foram apresentadas 51 indicações por parte dos vereadores. Detalhe para os guardanapos de cor verde em cima da mesa dos vereadores, sob o copo com água e para a vinda do diretor da FAF, Randal Stabile, na tribuna.

==

E o diretor da FAF, Randal Stabile, esteve na tribuna livre para tentar explicar o inexplicável: o estratosférico reajuste das mensalidades dos cursos da faculdade. Os alunos lotaram totalmente o plenário para acompanhar a fala de Randal.

==

Randal falou por quase 1h30m, mas podia ter resumido tudo o que falou em 5 minutos. Enfim, resumindo a ópera, não haverá mudança no valor das mensalidades. Os contratos antigos, assinados até antes do segundo semestre de 2012, continuarão com valores bem baixos. Os contratos mais novos, vão pagar os preços exorbitantes até mesmo para a região.

==

Mas até chegar a essa “brilhante” conclusão, Randal discorreu 1h10m para elogiar a FAF, nota no Enade, etc, etc, etc. No fim, os alunos já estavam exaustos de tanto ouvir. Mas os jovens não conseguiram conter o riso quando foi dito que “o reajuste veio para o benefício dos alunos”.

==

Agora, o que mais me chamou a atenção foi o fato da FAF agora adotar apenas o sistema de financiamento estudantil próprio. Na prática, isso significa que a universidade empresta dinheiro para o aluno a um juro de 3,4% ao ano. Assim que o aluno se formar, ele deve, obrigatoriamente, entrar no serviço público, onde será descontado 1% ao mês do seu vencimento para abater a dívida. Se for para a rede particular, fica com a dívida toda para pagar sabe-se lá como.

==

Mas o que mais me chamou a atenção foi uma conta básica dessa situação. Um aluno recém ingressado no curso de pedagogia paga, hoje, R$887,95 por mês para a FAF. Ao final de 48 meses, sem contar os juros, e considerando uma bolsa integral, ele teria uma dívida com a universidade de R$42.621 e alguns centavos. Considerando a carreira de professor de ensino público com uma jornada de 20 horas, o salário líquido no estado é de aproximadamente R$1.000. Com o tal desconto do empréstimo, esse mesmo trabalhador teria R$426, 21 descontados de seu pagamento, recebendo menos de R$600 de salário para pagar a dívida de seu estudo. Ou seja… é viável?

==

Randal, no entanto, está indo embora de Frutal. Vai ficar apenas em Iturama tocando a faculdade de sua família. Então, de fato, fica fácil explicar tudo com naturalidade como se fosse a coisa mais normal do mundo.

==

À tarde volto com detalhes da conversa que mantive com o Corpo de Bombeiros sobre as fiscalizações em Frutal. Muita novidade na parada.

==

Anuncie aqui:34-9111-1345

==

Comments

comments

One Reply to “Muita fala e pouca explicação: mensalidades continuarão altas para calouros da FAF”

  1. Não tive tempo ainda de ver todo o video, gostaria de saber sobre o porque fizeram financiamento pra alguns alunos como se já estivessem estudando desde o segundo semestre de 2012, alunos estes que ainda se encontravam terminando o colegial?

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: