O cenário da corrida municipal: uma comparação de 2012 com 2016

0202lupaHá exatos quatro anos, no dia 2 de fevereiro de 2012, fiz uma postagem no blog falando sobre as eleições municipais, destacando os pré-candidatos a prefeito e o que poderia acontecer dali para frente (para ler, clique aqui). Naquele momento eram sete os pré-candidatos a prefeito em Frutal. No final das contas, dos sete, quatro acabaram “se juntando” em duas chapas, dois saíram da disputa e um terceiro também registrou sua candidatura, totalizando três candidatos registrados nas últimas eleições, a saber: Mauri, Toninho Heitor e Ésio.

Passados quatro anos daquela postagem, estamos às voltas novamente com um ano de eleições municipais e, tal qual em 2012, muita especulação pela frente. Atualmente nosso número de pré-candidatos está novamente em 8, a saber: Ciça, Mauri, Toninho Heitor, Ésio, Edgard Mendonça, Gilsen Queiroz, Eduardo Vitória e Caio Heitor. A julgar pela história da última disputa, não duvido que alguns nomes se juntem e que tenhamos chapas como Ciça e Ésio (prefeita e vice), Toninho e Mauri (a definir quem será a “cabeça”) ou mesmo Toninho e Ésio (que têm andado muito junto para cima e para baixo). Ainda ontem uma surpresa: o vereador Mazzarope foi indicado pelo deputado Luís Tibé como um eventual vice de Ciça, sendo que o lançamento oficial de sua pré-candidatura deve ocorrer em breve. Outras possíveis composições até podem acontecer mas, dos nomes restantes, apenas dois já me garantiram pessoalmente que vão colocar seus nomes como candidatos a prefeito: Caio Heitor (presidente do IDC em Frutal) e Eduardo Vitória (funcionário da Câmara Municipal).

Retomando ainda o ano de 2012, a grande expectativa daquele ano era se Narcio e Ciça caminhariam juntos. Foi o que aconteceu e ambos elegeram Mauri e Frontino, no entanto, a atual gestão tem sido desastrosa, com pagamentos de salários atrasados, fornecedores há meses sem receber e uma série de outros problemas que se acumulam no governo municipal. Talvez a memória seja falha, mas é bom lembrar que se Mauri deve a duas pessoas sua eleição, esses são Narcio e Ciça e os resquícios da fracassada “grande união”.

No entanto, uma das conversas que mais têm ganhado força nos últimos dias nos bastidores políticos é de que Narcio possa mesmo se candidatar. Uma pesquisa eleitoral realizada em Frutal neste final de semana trazia perguntas do tipo: você acha que o Narcio deve se candidatar a prefeito? Você votaria nele? Perguntas que podem demonstrar um cenário de queda de braço entre Narcio e Ciça que poderiam, pela primeira vez na história, disputar o voto do frutalense pau a pau. Mesmo com Narcio dando declarações de que não pretende se candidatar a prefeito, vale lembrar que por duas vezes seguidas ele anunciou sua “desistência” de disputar a eleição de deputado federal mas, no frigir dos ovos, candidatou-se e elegeu-se. Então, daqui até s convenções de agosto, não me estranharia alguma mudança de posicionamento do nosso ex-deputado e que ele possa – pautado em números – cogitar sua presença nas urnas em Frutal.

É bom a gente lembrar que ainda estamos longe do início da caminhada eleitoral e que nada, absolutamente nada, é tido como certeza agora. A previsão é de que possamos ter entre três e quatro candidatos novamente, uma média história de postulantes a prefeito no nosso município. Daqui até lá, muita coisa poderá acontecer. E salve-se quem puder!

campinaverdepopup

alecimentosblogok

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: